09/03/20 | 14:52
Primeira edição do ‘Oca vai à escola’ contempla 300 alunos de escola da zona Sul

Aproximadamente 300 alunos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental, da escola municipal Villa Lobos, localizada no bairro São Francisco, zona Sul, participaram nesta sexta-feira, 6/3, da programação da 1ª edição do projeto “Oca vai à Escola”. A ação faz parte das “Ocas do Conhecimento Ambiental”, da Prefeitura de Manaus. No total, ao longo do ano, serão realizadas 10 edições em unidades de ensino localizadas em todas as zonas da cidade.

06.03.20.Escola Municipal Villa Lobos recebe 1ª edição do projeto ‘Oca vai à escola’ de 2020.
Fotos: Cleomir Santos.

As Ocas do Conhecimento, coordenadas pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), possibilitam aos alunos da rede municipal um espaço inovador do ensino de questões ambientais, de maneira prática. Além disso, as ações de educação são realizadas nas escolas e no Espaço da Cidadania Ambiental (Ecam), no Manauara Shopping.

 

As ações contam com o apoio e parcerias das secretarias municipais de Limpeza Pública (Semulsp), Saúde (Semsa), Instituto Soka, Gerência de Atividades Complementares e Programas Especiais (GACPE) e Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM) da Semed, Capelania Civil, Bombeiro Civil, entre outros órgãos. A programação contou com palestras, oficinas, dicas sobre primeiros socorros e acidentes domésticos, arqueologia amazônica, entre outros assuntos.

 

O assessor pedagógico Ewerton Nascimento, da Coordenadoria das Ocas do Conhecimento da Semed, destacou o início do projeto nas escolas porque leva a importância da educação ambiental aos alunos da rede.

 

“Estamos começando no Villa Lobos, sendo essa a primeira edição com oficinas, palestras e temas voltados ao meio ambiente. As crianças terão a oportunidade de fazer um rodízio desses temas. Acreditamos que estamos formando cidadãos do futuro, porque eles serão defensores da Amazônia e do nosso meio ambiente”, comentou.

 

Segundo a diretora Hellen Nilce Ramos, a programação foi muito válida para todos os alunos, pois a escola este ano começa com a educação em tempo integral. “É com muita satisfação que recebemos a primeira Oca vai à escola de 2020. É importante para nossos alunos, devido a interação e ao aprendizado significativo, sendo algo inovador. Agora que estamos iniciando com o tempo integral, é bom eles adquirirem e absorverem essas oficinas, além de receberem as formações externas para melhorar cada dia mais seus conhecimentos”, contou.

 

Palestra

Com o tema “A importância das árvores”, a coordenadora de projetos ambientais Taís Tiyoka Tokusato, do Instituto Soka, entidade que apoia a pesquisa relacionada à questão ambiental e florestal, disse que é importante abordar desde cedo com os alunos um assunto importante e presente na região. “É uma temática muito significativa, principalmente considerando que estamos no meio da Floresta Amazônica. O objetivo é reforçar essa temática, tão fundamental para o meio ambiente, em sala de aula”, concluiu.

 

Para a aluna do 9º ano, Ketelen Valentim, 16, toda a programação foi muito boa não só pela abordagem de assuntos variados, mas, principalmente, pelo aprendizado que os alunos tiveram e que vão levar para toda a vida. “Essa programação foi bastante proveitosa, esse projeto veio e trouxe muito conhecimento para todos. Agora temos mais aprendizado na escola, que é integral. Essa mudança foi boa, porque aqui na escola tem muitos projetos ambientais. E tudo o que a gente adquire lá tentamos levar também para fora da escola, falando para os nossos pais e amigos”, disse.

 

Nota de participação divulgada em 06/03/2020 15h18

Texto – Paulo Rogério/Semed

Fotos – Cleomir Santos/Semed

Disponíveis em – https://flic.kr/s/aHsmLPpFHQ