Cemitérios Públicos de Manaus

A SEMULSP é responsável também pela manutenção e organização dos 10 cemitérios públicos existentes em Manaus, sendo 06 na área urbana da cidade e 04 na zona rural. Além da manutenção dos espaços e organização dos serviços funerários, a Semulsp trabalhou, este ano, na expansão da capacidade de atendimento das demandas da cidade, na viabilização dos novos projetos de reformas para os cemitérios e na viabilização de novas possibilidades de sepultamentos.

Em 2014 foram realizados 9.435 sepultamentos nos cemitérios urbanos e rurais administrados pela Semulsp, média diária de 26 sepultamentos, sendo o cemitério Nossa Senhora Aparecida responsável por 77,53% dos sepultamentos.

Para assegurar o atendimento desta demanda, a SEMULSP promoveu uma expansão no maior espaço municipal para sepultamentos – o Cemitério Nossa Senhora Aparecida (localizado na Avenida do Turismo). Com a nova quadra, que mede 36.385,5 m2 e deve acomodar 9.096 sepulturas novas, a Prefeitura aumenta em, aproximadamente, 2 anos a margem de atendimento no setor.

O cemitério São Francisco (localizado no bairro Morro da Liberdade) foi o primeiro a sofrer uma reforma que se iniciou este ano. Os demais passarão por obras em 2015.

CEMITÉRIOS URBANOS

           

CEMITÉRIO SÃO JOÃO BATISTA          

O cemitério está localizado na Avenida Boulevard Álvaro Maia, s/nº esquina com a Praça Chile – no bairro Adrianópolis, possui uma  área de 10,023ha.

Portão de Entrada pela Av. Boulevard Álvaro Maia

Ano de fundação: 1891

Total de quadras: 24

Administradora: Sra. Ana Maria Maia Rodrigues

Telefone: (092) 3215 – 2440.

CEMITÉRIO SANTA HELENA

O Cemitério localizado à Rua Coração de Jesus, nº 215, no bairro de São Raimundo, possui uma área de 2,078ha.

Ano de fundação : 1.930

Total de quadras: 06

Administrador: Sr. Mário Afonso Paiva Raposo

Telefone: (092) 3214 – 8511/99169-3805.

CEMITÉRIO SÃO FRANCISCO

O Cemitério está localizado à  Rua Coronel Pedro de Souza, s/nº , no bairro do Morro da Liberdade, possui uma área de 3,806ha.

Ano de fundação : 1937

Total de quadras: 05

Administrador: Sr. José Roberto de Lima Coelho

Telefone: (092) 3214 – 3609.

CEMITÉRIO NOSSA SENHORA APARECIDA

O Cemitério está localizado na Avenida do Turismo, nº 107, km 12 – no bairro Tarumã, possui uma área de 101,933ha, é o maior cemitério em extensão e o único apto para realização de novos sepultamentos.

Ano de fundação : 1976

Total de quadras: 64

Administrador: Sr. Sonirto Castro Cante

Telefone: (092) 9454-9673.

 

CEMITÉRIO SANTO ALBERTO 

O Cemitério está localizado à Rua Monteiro Maia, s/nº – no bairro Colônia Antonio Aleixo, possui uma área de 2,403ha.

Ano de fundação : 1.918

Total de quadras: 05

Administradora: Sra. Luana Ribeiro Leite

Telefone: (092) 3215 – 5017.

CEMITÉRIO NOSSA SENHORA PIEDADE

O Cemitério está localizado no km 05, Rodovia AM – 010, no bairro Santa Etelvina, possui uma área de 0,602ha.

Ano de fundação : 1.901

Total de quadras: 01

Administrador: Sr. Gilmar Farias de Souza

Telefone: 99201-1681.

CEMITÉRIOS RURAIS

CEMITÉRIO SÃO JOSÉ DO JATUARANA

O Cemitério está localizado às margens do rio Amazonas (costa do rio Jatuarana), possuindo uma área de 2.160m².

Ano de fundação: 1.880

Total de quadras: 01

Contato: Departamento de Cemitérios

Telefone: (092) 3214-8118.

CEMITÉRIO NOSSA SENHORA DO CARMO

O Cemitério está localizado às margens do rio Amazonas (costa do rio Paraná da Eva), possui uma área de 10.251m².

Ano de fundação : 1903

Total de quadras: 02

Administrador: Sr. Adércio Alves Simplício

Telefone: (092) 3234-1120.

 

CEMITÉRIO SANTA JOANA DO PURAQUEQUARA

O Cemitério está localizado às margens do lago do Puraquequara, possui uma área de 4.875m², dentro de uma área militar.

Ano de fundação : 1870

Total de quadras: 01

Administrador: Sr. Wilson Borges Paz

Telefone (092) 3618-2074

CEMITÉRIO N. SRA. DA CONCEIÇÃO DAS LAGES

O Cemitério está localizado às margens do rio Negro, possui uma área de 21.840m².

Ano de fundação : 1906

Total de quadras: 01

Administrador: Sr. Raimundo Nonato Mourão de Magalhães

Telefone (092) 99256-8099/8198-3661.

 

 TAXA DOS VALORES DE SERVIÇOS

 

Departamento de Cemitérios – DECEM / SEMULSP

 VALORES ATUALIZADOS PELA UFM/2017,

Em vigor a partir de janeiro de 2017.

VALOR DA UFM = 99,84

10% DA UFM = 9,984

TAXA DE EXPEDIENTE = 9,98

Tabela 01 - Decem 2017

Tabela 02 - Decem 2017

 

DECEM - documentação para concessão ou uso sepulturas

 

 

HISTÓRICO DOS CEMITÉRIOS URBANOS E RURAIS DE MANAUS.

 

gaintano 021

Por Gaitano Antonaccio

CEMITÉRIO SÃO JOÃO BATISTA

A história da construção do Cemitério Municipal de Manaus começou quando foi adquirido um grande terreno no chamado bairro do Mocó, área de Adrianópolis, dos herdeiros do oficial do Exército Nuno de Alves Pereira Mello Cardoso, cuja área total na época era de 97.525 metros quadrados

Originariamente com o nome de Cemitério de São João e sendo o mais antigo de Manaus, recebeu posteriormente a denominação de Cemitério São João Batista tendo sido inaugurado no dia 5 de abril de 1891, em sessão solene iniciada às 14 horas, quando ocorreu na mesma data, o sepultamento do Dr. Aprígio Martins de Menezes, conceituado médico da cidade de Manaus.

Dr. Aprígio era baiano, filho de Olimpio José de Menezes e diplomou-se em Medicina, pela famosa Faculdade de Salvador. Depois de formado viajou para Manaus, então a capital da Província do Amazonas, em 1867. Era um primoroso intelectual, poeta e  durante muitos anos militou na Imprensa do  Amazonas. Chegou a publicar um livro de poemas intitulado “Névoas Matutinas”. Mas na prosa deu também uma grande contribuição ao Amazonas, escrevendo um valioso relatório ao qual intitulou História do Amazonas. Tendo falecido em Manaus, no dia 19 de abril de 1891, seu corpo foi sepultado 14 dias depois, na inauguração do Cemitério São João Batista.

Este Cemitério está localizado entre a Avenida Senador Álvaro Maia esquina com a Praça Chile, no bairro Adrianópolis  próximo ao Reservatório do Mocó, com o qual faz limite, possui uma área de 10.023ha, e é sem dúvida um patrimônio histórico e cultural do Amazonas. Sua formação arquitetônica é artística, possuindo uma belíssima Capela dotada de vitrais importados da França, e é todo circundado por um longo quadril de ferro adquirido em Glasgow, na Escócia. Nesta Capela, em alguns velórios, são rezadas missas de corpo presente, por solicitação das famílias do falecido.

O extenso quadril de ferro foi aposto sobre um grande muro mandado construir em 1905 pelo Superintendente de Manaus, o então capitão de Exército Adolfo Guilherme de Miranda Lisboa. Este militar viajou para Manaus a convite do governador Dr. Silvério José Nery, que o nomeou para o cargo equivalente ao de prefeito, ou seja, superintende de Manaus. Exercendo o cargo entre 1902 a 1907, Adolfo Lisboa, que depois se tornou coronel, para atender às exigências de obras suntuosas no primeiro decênio do século 20, conseguiu aprovar um empréstimo no exterior, de  aproximadamente 5 mil contos de réis, em moeda nacional.

Com este numerário o coronel pôde mandar construir o muro e adquirir as grades de ferro do Cemitério, tornando a obra, um belo monumento histórico.  O portão principal do Cemitério de São João Batista, pelo lado da Avenida Senador Álvaro Maia, possui uma cobertura em forma de arco, toda em vidro.

Na formação arquitetônica do Cemitério existem 24 quadras e 19.437 mil sepulturas, sendo possível contemplar algumas, com os requintes de obras de arte, servindo muitas para visitações turísticas, pela beleza que encerraram e pelo alto padrão de bom gosto.

Nos seus 123 anos de existência o Cemitério de São João Batista abriga quase 121 mil sepultados, entre os quais estão algumas figuras da maior projeção política, social, intelectual e empresarial do Estado do Amazonas. Em verdade, já existe na Prefeitura de Manaus, um projeto para transformar o Cemitério de São João Batista em roteiro turístico e cultural, como já ocorre em Paris, Washington e outros países, em algumas cidades.

Recentemente, em 2008, o prefeito Serafim Fernandes Correa, mandou restaurar a Capela e outras obras de arte, colocando uma iluminação compatível com o Campo Santo, e sem dúvida foi uma das mais importantes restaurações desde quando o Cemitério inaugurou. Os portões de ferro, tanto o principal com a cobertura de vidro, quanto o secundário, que permite acesso pela Praça Chile, foram importados da Inglaterra, e não foi possível na restauração identificar a cor original dos mesmos.

Realmente é um patrimônio a ser carinhosamente preservado por fazer parte da História de Manaus, e a fim de que não seja vítima de vândalos e assaltantes de obras de arte, como lamentavelmente já vêm ocorrendo para nossa tristeza.

CEMITÉRIO SANTA HELENA

O Cemitério Santa Helena foi fundado no ano de 1.930, e o primeiro sepultamento ocorreu em 18 de janeiro do mesmo ano, do Sr. Fernando Alves Macedo, de 40 anos, acometido por febre amarela, sendo esta a causa da morte.

O Cemitério possui uma área de 2,078ha, localizado à Rua Coração de Jesus, nº 215, no bairro de São Raimundo

CEMITÉRIO SÃO FRANCISCO

O Cemitério São Francisco foi fundado no ano de 1.937, possui uma área de 3,806ha, e está localizado à Rua Coronel Pedro de Souza, s/nº, no bairro do Morro da Liberdade.

CEMITÉRIO NOSSA SENHORA APARECIDA

O Cemitério Nossa Senhora Aparecida foi fundado no ano de 1.976.  Possui uma área de 101,933ha, é o maior cemitério em extensão e o único apto para sepultamentos. Está localizado na Avenida do Turismo, nº 107, km 12 – bairro Tarumã.

CEMITÉRIO SANTO ALBERTO

O Cemitério Santo Alberto foi fundado no ano de 1.918. Possui uma área 2,403ha, localizado à Rua Monteiro Maia, s/nº – Colônia Antonio Aleixo

CEMITÉRIO NOSSA SENHORA PIEDADE

O Cemitério Nossa Senhora da Piedade segundo informações de pessoas antigas e conhecedoras do local, era conhecido como “Cemitério do Cariri”, segundo o Sr. Waldemar Amaro de Oliveira, filho de um dos fundadores do cemitério. Disse que os antepassados se preocupavam com os mortos, mas não tinham iniciativa para encontrar o lugar adequado e nem finalidade certa para os entes queridos. Então o Sr. Chagas Cariri se preocupou em dar um destino melhor para os mortos da área. Foi construída uma capela para velar e compraram uma imagem da santa chamada Nossa Senhora da Piedade, nome pelo qual mais tarde passou a ser chamado. O cemitério foi Fundado no ano de 1.901. , possui uma área 0,602ha. É o menor cemitério e está localizado no km 05, Rodovia AM – 10, bairro de Santa Etelvina.